#cap1 #cap2 #cap3 #cap4 #cap5 #cap6 #cap7
.  

TJ / RJ

Concurso TJ-RJ 2019: presidente confirma edital este ano

12/06 - O concurso TJ-RJ sairá em 2019. A informação é do presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), desembargador Claudio de Mello Tavares. De acordo com o titular do tribunal, o edital do concurso público será lançado ainda neste ano de 2019. A seleção é voltada ao preenchimento de vagas na área de apoio.

A informação foi passada por Tavares ao jornal O Fluminense. O magistrado disse que a discussão da reforma da Previdência provocou a aposentadoria de aproximadamente 600 servidores, o que causou um déficit de mão de obra no Judiciário.  “A nossa perspectiva é a de abrir um novo concurso ainda neste ano. Dependemos da publicação do edital, da contratação da empresa para elaborar as provas, mas estamos otimistas. Evidente que vai depender do nosso orçamento, mas, como temos pessoas que estão se aposentando, precisamos fazer", afirmou o presidente.

No começo deste ano, o TJ-RJ nomeou 300 aprovados em um concurso público realizado em 2014. “Esse foi o primeiro passo fundamental, porque estava para expirar", explicou o desembargador. A decisão, apontou Tavares, foi para atenuar o que chamou de "vazio" causado pelas aposentadorias.

Na última convocação realizada em maio, foram chamados 109 novos serventuários, entre técnicos e analistas como oficiais de justiça, assistentes sociais e psicólogos.

De acordo com o presidente, a Lei de Recuperação Fiscal do Estado provocou um sobrestamento no orçamento, o que impediu novas convocações. O magistrado argumenta que um novo concurso vai equalizar o quadro de servidores do Judiciário.

Chances deverão ser nos níveis médio e superior

O número de vagas do novo concurso TJ-RJ ainda não foi informado. No entanto, é provável que o tribunal contemple as mesmas carreiras do concurso de 2014. Na época, foram oferecidas 208 vagas, sendo 90 para técnico judiciário e 118 para analista.

A carreira de técnico judiciário exige apenas nível médio e tem remuneração inicial de R$5.100,06, sendo R$3.870,06 de vencimento-base e R$1.230 de auxílio-alimentação.

Para concorrer a analista judiciário nas especialidades de execução de mandados/oficial de justiça é preciso ter graduação em Direito. O cargo de comissário de justiça é aberto a formados em Administração, Serviço Social, Sociologia, Psicologia, Pedagogia ou Direito.

Já para assistente social e psicólogo, exige-se curso superior nas respectivas áreas. A remuneração é de R$7.603,89 para analista. A exceção é o oficial de justiça, que recebe R$9.516,06 (há inclusão de R$1.912,17 de auxílio-locomoção).

Os valores já estão acrescidos do auxílio-alimentação de R$1.230. A estabilidade empregatícia é assegurada aos servidores do TJ-RJ graças ao regime de admissão, que é o estatutário.

______________________________________________________________________________________________

TJ RJ tem novo concurso em pauta para 2019

18/02 - O TJ/RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) já começa a se programar para dar início a um novo concurso público para servidores. A informação foi divulgada pelo novo presidente do órgão, desembargador Claudio de Mello Tavares à imprensa no último dia 10. Porém, a nova seleção deve ocorrer após convocação de remanescentes do último concurso do órgão, ainda em validade. “Nós temos um concurso ainda com prazo de validade. Mandei fazer um estudo para saber o impacto na folha por causa da Lei de Responsabilidade Fiscal. Deste concurso pretendo, no momento, convocar 190”, disse.

De acordo com o desembargador, a nomeação dos remanescentes deve ocorrer até maio. Após este prazo poderão ser iniciados os estudos para novo concurso. “Acho também razoável que se faça um novo concurso para aquelas pessoas que estão estudando tenham oportunidade. Até o final do ano haverá para serventuários e também para a magistratura, como foi anunciado pelo então presidente Milton Fernandes de Souza”, disse.

Ainda segundo ele, muitos servidores estão pedindo aposentadoria voluntária, em decorrência da Reforma da Previdência, que está para ser votada no Congresso Nacional. 

A expectativa é de que sejam oferecidas oportunidades para os cargos de técnicos e analistas judiciários. No primeiro caso, para concorrer é necessário possuir ensino médio, com remuneração inicial de R$ 4.821,06, incluindo salário de R$ 3.870,06 e R$ 951 de auxílio-alimentação. No caso de analista, R$ 7.324,89, incluindo R$ 6.373,89 de remuneração, além do auxílio-alimentação.

Último concurso

O último concurso para técnico ocorreu em 2014, quando foram oferecidas 90 vagas. A banca foi a Fundação Getúlio Vargas e a prova contou com 100 questões, sendo 30 de língua portuguesa, dez de raciocínio lógico matemático, dez de noções de direito administrativo e constitucional, 15 de noções de direito processual civil, 15 de noções de direito processual penal, dez de noções de custas judiciais e dez de consolidação normativa e legislação complementar.

No caso de analista foram 180 vagas, sendo 34 para a área de execução de mandados, 23 para comissão de justiça, da infância, da juventude e do idoso, 15 de psicólogo e 46 para assistente social. 

FONTE: FOLHA DIRIGIDA 

 

Nome:
Senha:
 
 

Alerj aprova PL que fixa idade para concursos da PM e Bombeiros-RJ

Governo publica decreto sobre autorização de concursos federa